JMJ-2019: relíquia de Dom Romero é entregue ao arcebispo de Panamá

Fonte: vaticannews.va/pt
Foto: a12.com

Foi entregue esta terça-feira (31/07) em San Salvador, capital salvadorenha, ao arcebispo de Panamá, Dom José Domingo Ulloa Mendieta, em vista da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que se realizará em janeiro de 2019 no Panamá, uma relíquia de Dom Oscar Arnulfo Romero. Trata-se da primeira relíquia do Beato a sair de El Salvador.

Fragmento ósseo de uma costela

Tratou-se de um gesto fraterno, considerando o fato de que o arcebispo salvadorenho, que será canonizado em 14 de outubro próximo, será um dos patronos da JMJ. Dom Ulloa recebeu a foto oficial do futuro Santo, com uma relíquia de primeiro grau “ex ossibus”. A relíquia contém uma micro-porção do osso de uma costela que foi extraída de Dom Romero por ocasião da autópsia, em 1980.

Assassinado no altar em 1980

Nascido em Ciudad Barrios, em El Salvador, em 15 de agosto de 1917, Dom Romero foi Arcebispo de San Salvador de 1977 até a morte. O prelado pagou com a vida sua forte denúncia contra a injustiça e a violência que flagelavam o país centro-americano: Dom Romero foi assassinado em 24 de março de 1980 no altar, durante a celebração da Santa Missa por ele presidida.

Dom Romero será proclamado Santo em outubro próximo

Beatificado em maio de 2015, será Santo em outubro próximo junto com o Papa Paulo VI, os sacerdotes Francesco Spinelli e Vincenzo Romano, as religiosas Maria Caterina Kasper e Nazaria Ignazia de Santa Teresa de Jesus, e o leigo Nunzio Sulprizio.

#compartilhe