Conselho Plenário da Ordem: Desafios da Igreja e da Ordem na atualidade

Fonte: franciscanos.org.br
Por: Érika Augusto, com informações de Frei Alvaci Mendes da Luz

São Paulo (SP) – Nesta quinta-feira (14/6), terceiro dia do Conselho Plenário da Ordem dos Frades Menores (CPO), que acontece em Nairóbi, no Quênia, os participantes foram convidados a ouvir a partilha das Conferências do Centro Europeu, Anglófana, Eslavas do Norte e do Sul e a Custódia da Terra Santa, que englobam os seguintes países: Irlanda, Estados Unidos, Polônia, França, República Tcheca e Holanda.

Nestes primeiros dias de CPO, cada Conferência terá 30 minutos para apresentar um panorama de seus países, abordando a realidade eclesial, social e política.

Frei Alvaci Mendes da Luz, participante da Conferência dos Frades Menores do Brasil (CFMB), afirmou que várias questões são recorrentes nas apresentações, como o clericalismo, individualismo, autorreferencialidade da Igreja local, consumismo e materialismo.

“Entre as muitas preocupações discutidas, a assembleia se preocupou em como responder adequadamente aos jovens. Os frades observam que as relações interpessoais nesta geração, estão tornando-se cada vez mais superficiais. Um tipo de relação mais virtual é comum entre os jovens. Ao mesmo tempo que as oportunidades e as possibilidades de comunicação se multiplicam, muitos jovens, ao mesmo tempo, experimentam o vazio e a solidão e muitos têm sede de conexão espiritual”, afirma o site da Ordem dos Frades Menores.

Na partilha, sentiu-se a necessidade dos frades estarem mais próximos dos jovens. Eles perceberam que devem esforçar-se mais para estarem abertos, sem atitude de juízo, e aprender a usar novos métodos a serviço da nova evangelização. Outro questionamento colocado foi como os frades podem promover a voz das mulheres na Igreja.

#compartilhe